A conectividade e a digitalização da educação estão cada vez mais fortes no mercado. É esperado que as instituições de ensino sigam essa tendência, como forma de se manterem relevantes nesta nova fase do sistema educacional. Assim, entender o processo por trás de uma prova online é o primeiro passo rumo ao sucesso.

As plataformas digitais possibilitam uma maior acessibilidade à educação. Desse modo, a aplicação de provas realizadas por este meio é considerada uma potência para a revolução da educação. Ademais, as avaliações, realizadas de maneira presencial (na própria instituição ou em um ambiente determinado), na casa do candidato ou em qualquer outro lugar viável, representam uma redução de custos, para alunos e instituição, quando analisada a logística de toda a aplicação da prova. 

O crescimento da aplicação de provas online é um caminho sem volta. Com grandes investimentos sendo feitos na área, a previsão é que, em alguns anos, todo o meio educacional tenha migrado para plataformas de aplicação e monitoramento de provas online. Uma visão clara dessa nova dinâmica é a confirmação que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pretende se digitalizar por completo até 2026. A proposta é que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) comece uma implementação gradual com o objetivo de adicionar avanços pedagógicos e logísticos à educação. 

Funcionamento do sistema de prova online

O sistema consiste em uma plataforma idealizada para garantir a veracidade dos exames efetuados de forma remota. A prova online funciona de forma aprimorada, promovendo o cadastro de questões virtualmente alinhadas pela instituição de ensino.

O candidato, por sua vez, tem a obrigação de realizar o download da plataforma que permitirá a realização da prova online. Ademais, a necessidade de um pré-teste é essencial para evitar possíveis erros no dia da aplicação. E, por fim, a correção ágil facilita o trabalho de entrega dos resultados. 

Entender cada etapa do processo é importante para que alunos e instituição tenham plena compreensão dos passos que são tomados em prol de uma entrega de qualidade. 

Escolha das questões online

Montar uma prova demanda um trabalho considerável. Afinal, é necessário que ela cumpra uma série de requisitos para a sua aplicação. Assim, transportar essa atividade para o digital é um facilitador do processo.

A gestão inteligente do banco de itens auxilia o corpo docente a armazenar temáticas para a realização de sua prova, levando como referência o conteúdo estipulado pela instituição de ensino. 

A equipe pedagógica tem total liberdade de escolher as questões que deseja inserir na plataforma, como forma de ajustar a avaliação conforme sua preferência. também é permitido que sejam implementados vídeos, áudios e imagens detalhadas para a melhor compreensão e entrega das questões. 

Instalação da plataforma e período de pré-teste

A instalação da plataforma que permitirá a realização da prova online é o primeiro passo que o candidato deve se atentar. Todo o passo a passo para essa etapa é explicado ao aluno por meio dos manuais do candidato e do browser enviados pela instituição. 

É importante ressaltar que cada instituição possui manuais individuais e estes divergem entre si, dependendo da necessidade de cada uma. 

Durante o próximo passo, é requerido que todos os candidatos participem de um pré-teste para testarem a plataforma antes do dia oficial da prova, como forma de evitar possíveis erros, como problemas de instalação e execução do sistema. O pré-teste é uma familiarização do candidato com o sistema, assim como com a equipe de suporte que estará presente no dia da prova. 

 

Aplicação da prova online

A aplicação da prova visa a transparência e autenticidade durante toda a sua realização. Desse modo, a plataforma se cerca de diversas estratégias para garantir que o ambiente online seja seguro para a realização da mesma.

Durante a realização da prova online, os participantes entram no ambiente designado e são monitorados pelos aplicadores durante todo o período de prova. Os aplicadores são profissionais selecionados e treinados pela instituição responsável para fiscalizar os candidatos durante sua prova, seja em sua aplicação home office ou presencial. 

O candidato também passa pela verificação de sua documentação e autenticidade, para que a instituição se assegure de que o aluno fazendo a prova, de fato, é o aluno inscrito. 

O sistema instalado, conforme explicado no tópico acima, trava o dispositivo impossibilitando o acesso a internet e outros atalhos, como forma de evitar qualquer forma de trapaça por meio do aluno. 

A plataforma exibe as questões selecionadas pela instituição, e sua forma intuitiva, e preparação realizada durante o pré-teste, ajudam o candidato a navegar pelo sistema sem grandes problemas. 

Correção da prova online

A etapa de correção também é facilitada pela aplicação da prova online. 

Por gerar gabaritos automáticos corrigidos pelo sistema, o trabalho de revisão minucioso que era necessário se torna desnecessário, poupando tempo e esforço do time docente. Ademais, a velocidade com a qual os resultados são disponibilizados para os alunos é um grande avanço. 

Por fim, a plataforma oferece um diagnóstico completo sobre as notas geradas durante o período de avaliação, que ajuda a instituição a metrificar os resultados.

Conclusão

A prova online desponta no mercado como uma representação do caminho que a educação começa a tomar rumo ao futuro. O objetivo é auxiliar professores e alunos, facilitando tarefas e maximizando o tempo gasto no processo de desenvolvimento e realização da prova, assim como na devolução dos resultados. 

O objetivo é que a transformação do sistema educacional não seja um dificultador para os alunos passando pelo processo, mas uma maneira simples de inovar. Por isso, o sistema que compõe a plataforma possui diversas funcionalidades, que juntas proporcionam uma experiência dinâmica para candidatos, buscando integrar a tecnologia a uma atividade corriqueira da vida acadêmica. 

×